Aconteceu ontem (31), no Auditório Ibirapuera, o encerramento da 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, no qual foi exibido o filme “Roma“, de Alfonso Cuáron, que fechou o evento. Durante a cerimônia conhecemos também quais foram os filmes premiados desta edição, que se destacou pelo seu tom político.

O grande premiado da noite, que recebeu o Troféu Bandeira Paulista, foi o documentário “¡Las Sandinistas!” (2018), de Jenny Murray, que faz um retrato das mulheres guerrilheiras e revolucionárias durante a Revolução Sandinista na Nicarágua, em 1979. O júri da 42ª Mostra, composto por Astrid Adverbe, Edgard Tenembaum, Ferzan Özpetek, Teresa Villaverde e Sergio Machado, concedeu menção honrosa ao longa nacional “Sócrates“, de Alex Moratto.

E, pela segunda vez, o Prêmio Petrobras de Cinema foi dado a dois filmes brasileiros e pela primeira vez eles foram escolhidos pelo público. São R$ 300 mil aos títulos escolhidos pelos espectadores, sendo R$ 200 mil para o melhor longa de ficção, que foi dado a “Meio Irmão“, e R$ 100 mil para o documentário “Torre das Donzelas“, que recebeu o prêmio de melhor longa documentário.

Já o prêmio de melhor ficção concedido pelo público foi entregue ao filme “Cafarnaum“, de Nadine Labaki, enquanto o prêmio de melhor documentário foi concedido ao filme “Torre das Donzelas“.

O júri da Abraccine – Associação Brasileira de Críticos de Cinema, composto por Bruno Ghetti, Cecília Barroso, Filipe Furtado, Isabel Wittman e Roger Lerina, premiou o filme brasileiro “Meio Irmão“, de Eliane Coster.

Confira abaixo a lista completa de filmes premiados na 42ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo:

Melhor Filme
¡Las Sandinistas!, de Jenny Murray

Menção Honrosa do Júri Internacional
Sócrates, de Alex Moratto

Melhor Filme Brasileiro de Ficção
Meio Irmão, de Eliane Coster

Melhor Documentário Brasileiro
Torre das Donzelas, de Susanna Lira

Prêmio do Público – Melhor Filme de Ficção Internacional
Cafarnaum, de Nadine Labaki

Prêmio do Público – Melhor Documentário Internacional
¡Las Sandinistas!, de Jenny Murray

Prêmio da Abraccine
Meio Irmão, de Eliane Coster

Prêmio da Crítica – Melhor Filme Estrangeiro
Nuestro Tiempo, de Carlos Reygadas

Prêmio da Crítica – Melhor Filme Brasileiro
Todas as Canções de Amor, de Joana Mariani

Foto de Capa: Claudio Pedroso/Agênciafoto