A California Filmes divulgou um vídeo inédito onde a equipe de “Eu, Tonya” (I, Tonya, 2017) fala sobre a elaboração dos efeitos visuais do filme.

O diretor criativo Jean Marc Demmer explica os aspectos mais técnicos do filme. “Meu trabalho foi cuidar de todos os efeitos visuais que eram necessários para o filme. Para garantirmos que tudo estava indo bem dentro do orçamento e concluir todos os efeitos visuais que precisávamos para o longa“, revela. “Para a substituição de rostos, houve ideias diferentes. Queria que a câmera fosse na mão, com movimento, com liberdade de movimento, indo de algo muito próximo dela para uma cena aberta, onde ela faz diversos tipos de patinação”, completa Demmer.

Também no vídeo, o diretor Craig Gillespie elogia o empenho de Margot Robbie: “Com a Margot foi maravilhoso. Ela foi diligente e treinou cinco dias por semana por cinco meses. Ela e o treinador descobriram o quanto ela podia fazer ela mesma, e me impressionei. Ela ia para o rinque e fazia 30 segundos da rotina. Eu fiquei impressionado por ela conseguir“.

O filme acompanha Tonya Harding, que dominava o gelo com perícia sem rivais. Ela dominou as manchetes por algo totalmente diferente. “Eu, Tonya”, é uma visão as vezes absurda, trágica e hilária de uma mulher no centro do maior escândalo na história do esporte nos Estados Unidos”

Com três indicações ao Oscar 2018, incluindo Melhor Atriz com Margot Robbie, “Eu, Tonya” chega aos cinemas brasileiros em 15 de fevereiro.