A Vitrine Filmes disponibilizou o trailer e o cartaz oficial de “Torquato Neto – Todas as Horas do Fim” (2017), documentário sobre a vida e obra do poeta piauiense, que conta com a direção de Eduardo Ades e Marcus Fernando.

Torquato Neto – Todas as Horas do Fim” é o primeiro longa do produtor e pesquisador musical Marcus Fernando e o segundo filme do diretor Eduardo Ades, que lançou em 2017 o documentário “Crônica da Demolição”, após ter dirigido e roteirizado o premiado curta “A Dama do Estácio”, estrelado por Fernanda Montenegro.

O filme teve lançamento no Festival do Rio, em outubro passado, já passou por 15 festivais e mostras, em oito estados com uma recepção calorosa e recebeu nove prêmios. “Estamos descobrindo que Torquato tem uma pequena legião de fãs ardorosos por todo o país, gente que conhece tudo que ele fez e vai atrás de ver o filme. E também um público muito grande que quer saber mais sobre quem foi essa misteriosa figura, que participou de tantos movimentos importantes e acabou se matando, diz Eduardo Ades.

A ideia do filme é jogar uma luz sobre a vida e a obra desse personagem tão importante – e ao mesmo tempo ainda tão obscuro – da cultura brasileira, diz um dos diretores, Marcus Fernando. “Torquato Neto é um personagem imenso e se revelou um desafio gigantesco para a montagem do filme. A gente percebeu que só daria conta de trazer a verdade dele se o colocasse em primeiro plano mesmo, como protagonista do filme. E assim evitando que o filme se tornasse frio e o Torquato, apenas um assunto. Pra isso, selecionamos dezenas de textos e músicas dele – era preciso que ele falasse em todas as sequências, sobre todos os assuntos que abordamos”, completa Eduardo Ades.

Torquato Neto (1944-1972) vivia apaixonadamente as rupturas. Atuando em múltiplas frentes – no cinema, na música, no jornalismo –, o poeta piauiense engajou-se ativamente na revolução que mudou os rumos da cultura brasileira nos anos 60 e 70. Foi um dos pensadores e letristas mais ativos da Tropicália, parceiro de Gilberto Gil, Caetano Veloso e Jards Macalé. Junto à arte marginal, radicalizou sua atuação e crítica cultural, com Waly Salomão, Ivan Cardoso e Hélio Oiticica. Por fim, rompe com sua própria vida. Suicida-se no dia de seu aniversário de 28 anos.

Torquato Neto – Todas as Horas do Fim” estreia em 8 de março, pelo projeto Sessão Vitrine Petrobras. Assista ao trailer e confira o cartaz oficial do filme logo abaixo.