Dupla Explosiva” possui, infelizmente, um título no Brasil deveras genérico, o que acaba não se reverberando em sua narrativa, embora ele possua sim claros problemas no roteiro, além de se estender mais do que deveria. Porém, esses problemas são compensados pelo seu ar despretensioso, debochado e divertido.

Leia a nossa crítica de “Dupla Explosiva“.

O Deboche em Forma de Absurdo | Dupla Explosiva (2017), de Patrick Hughes